NodeData: "text" : "Resultados consolidados do Banco BPI nos primeiros nove meses de 2018", "data" : {"title" : "Resultados consolidados do Banco BPI nos primeiros nove meses de 2018", "url" : "/pensoes/resultados-consolidados-do-banco-bpi-nos-primeiros-nove-meses-de-2018", "type" : "null", "catalog" : "null", "contentId" : "PR_WCS01_UCM01073109", "params" : {"content_id" : "PR_WCS01_UCM01073109", "page" : "null"}}

Simule Aqui

Sabe quanto vai receber na reforma?
PR_WCS01_UCM01073109

Resultados consolidados do Banco BPI nos primeiros nove meses de 2018

BPI regista lucro consolidado de 529,1 milhões; Atividade em Portugal gera lucro de 324,4 milhões, dos quais 164,2 milhões recorrentes (+20% yoy).

 

  • Atividade doméstica gera lucro de 324,4 milhões; representa 61% do resultado consolidado.
  • Resultado líquido recorrente na atividade em Portugal de 164,2 milhões de euros, aumenta 20% face ao período homólogo de 2017.
  • Dinâmica comercial impulsiona depósitos de clientes que aumentam 1.343 milhões de euros (+6,9% face a dezembro de 2017).
  • Carteira de crédito às empresas em Portugal aumenta 846 M.€ (+12% face a dezembro de 2017); forte crescimento suporta subida da quota de mercado (9,2% face a 8,4% no ano anterior).
  • Produção de novo crédito hipotecário ascendeu a 1.050 M.€ nos nove primeiros meses, o que representa um crescimento homólogo de 36%.
  • Margem financeira sobe 9,1% (homólogo) para 315,2 milhões de euros, apoiada pelo crescimento da carteira de crédito.
  • Produto bancário recorrente em Portugal aumenta 7,4% para 541,4 milhões de euros.
  • BPI mantém os melhores indicadores de risco de crédito em Portugal com 3,8% de rácio NPE em setembro de 2018. Cobertura de NPE alcança os 126% por imparidades e colaterais.
  • Rácios de capital (fully loaded): CET1 de 13,1% e Rácio de capital total de 14,8%.
  • Dívida de longo prazo do BPI classificada em "grau de investimento" pela Fitch, Moody's e Standard & Poors.

 

Ver comunicado completo.